Zurique, por Alessandra

Zurique, por Alessandra

Por: Alessandra

A Suiça é um país pequeno – só para ter uma idéia a Suiça caberia umas duzentas vezes dentro do Brasil – e com uma grande diversidade de cidades e línguas: existem 4 línguas oficiais (alemão – língua de 64% da população; o francês – correspondendo a uns 20%; o italiano – com uns 7%; e o romanisch – que é a língua suiça mesmo e apenas um tiquinho de gente sabe 0.5%).

A Suiça não faz parte da União Européia, embora ela leve em consideração os acordos estabelecidos por ela (por exemplo, assim como para o resto da Europa, os brasileiros podem visitar a Suiça durante 3 meses por ano sem ter visto específico), e a moeda oficial é o franco suiço. O Euro é aceito na maior parte dos estabelecimentos (que geralmente mostram a conta nas duas moedas), mas o troco sempre é em francos e como a gente não sabe ao certo como eles estabelecem a tabela de conversão, não sei se é muito vantajoso pagar diretamente em euros, embora seja possível.

O Turismo…

Turismo na Suiça significa montanha. Rodeada pelos Alpes, a Suiça oferece todo tipo de atração para turismo nesse sentindo – trens que levam você ao culme das montanhas, esqui, trenó (trenó puxado por cães), deslizar na neve com bóia, acapamento (no verão), aquelas casas nas árvores que permitem andar de uma árvore para outra, subida a pé na montanha (aqui chamado de wandern), entre outras tantas possibilidades. Além disso, há muito verde e lagos em quase todas as cidades, o que permite visitar bosques e andar de barco, pedalinhos… Há uma variedade de museus, alguns com atrações mais que especiais para as crianças – como o museu dos transportes em Luzerne -.

A brincadeira na neve!

A neve é uma das grandes atrações na Suiça. Para esquiar, andar de trenó, ou simplesmente se esbaldar, esse é um item que as crianças adoram. Em janeiro, a minha prima nos visitou com a filha dela de 5 anos. Para vocês terem uma idéia da diversão que é para as crianças a brincadeira na neve, eu juntei algumas fotos dos nossos passeios.

Primeira opção: brincar na neve perto de casa/hotel

Tendo neve, a diversão já está garantida. Minha sugestão é ir até um supermercado (por exemplo, o Migros, ou SportXXX – que é da Migros), comprar um trenó de plástico mesmo, uma roupa impermeável, luvas, e outros apetrechos que achar necessário, procurar uma pequena encosta de montanha e ir brincar.

Opção 2: brincar na montanha com o trenó

Existem montanhas que oferecem pistas para descer de trenó e também tem aluguel de trenó e bóias lá. Eu sugiro ir na Pilatus em Luzerne. Essa montanha tem todo tipo de atrações, desde subir de trem até o pico (que é uma subida linda e um dos trens que faz a maior inclinação de sempre), até ir de teleférico para as pistas de trenó. E tem muitas coisas para crianças lá, inclusive no verão também.


Opção 3: esquiar na montanha

Eu só esquiei uma vez. E tenho que dizer dá um medo horrível quando você olha para baixo e vê que tem que descer aquela montanha inteira com os esquis nos pés. Mas para quem é destemido, vale muito a pena. As crianças geralmente tem menos medo de aprender. Os suiços levam seus filhos bem pequenos para esquiar (você vê crianças de 3 anos esquiando). E eles aprendem rápido e descem em inclinações inacreditáveis com muita facilidade. É de ficar babando vendo os pequeninos descendo de esqui. Quando a minha prima esteve aqui fomos a uma montanha relativamente perto de Zurique que se chama Flumserberg (berg = montanha)

 

Minhas dicas: alugue os esquis em uma loja na cidade e não na estação de esqui (pode sair bem mais barato). Não sabe esquiar? Vá até a estação de esqui, mas não compre o bilhete. Geralmente logo ali em baixo tem lugar para aprender a esquiar e você pode usar a esteira ou corda para te puxar para cima duma pequena encosta enquanto aprende sem pagar nada (claro que se você quiser ter um instrutor de esqui tem que pagar). Mas para os primeiros dias, você pode ficar só ali com as crianças. Depois, se quiser subir na montanha de teleférico apenas para ver o visual deslumbrandte, o bilhete sai mais barato.

*Dica Extra:

A Suiça é o país do chocolate. Experimente os chocolates – tanto aqueles vendidos no supermercado quanto os das lojas finas (por exemplo, a Sprüngli – tradicional aqui – ou a Markur). Existe uma frabrica de chocolate que permite visita (é a Callie, mas fica um pouco contramão para quem estiver em Zurique). A Suiça também é o país do queijo – Fodue e Raclete são imperdíveis para quem aprecia os queijos. Você pode aproveitar para visitar a fabrica de queijo também se resolver ir até a Callie.

 

Gute Reise!!!!!

 

Ale, Psicóloga, esposa e mãe da pequena (pitocas) Gabriela. Atualmente com residência na Suiça e casada com um português, autora do blog GabyPitocas onde conta sobre a maternidade e a vida no país do chocolate.