Um mini-cake de brigadeiro para dois, por favor!

Um mini-cake de brigadeiro para dois, por favor!

Por: Patrícia Finotti

Sou adepta das experimentações gastronômicas, já Rubão, meu filhote, gosta do tradicional, sempre a mesma coisinha de feijão com arroz branquinho. Às vezes esse paladar pouco apurado, que nega as frutas e verduras: “Ah… tem verde! Não quero!” confesso que me mata.

Olha que já tentamos de tudo. Todas essas receitas de criatividade, e falta de criação. Teorias pedagógicas, e psicanalíticas. Nada funciona. Dizem que é fase.

A odontopediatra dele perguntou sobre a fase de amamentação. Concluiu que Rubão não é glutão. “Ótimo!” pensei, afinal não queria um menino obeso mesmo. E lógico muito menos desnutrido. Problema esse que não acomete ele. Aliás, o pediatra e outros especialistas já afirmaram que ele está no peso ideal e que se possível manter assim sempre.

Então, com as parcas possibilidades de variação de cardápio, vamos seguindo aos poucos. Outro dia a Prô Kelly disse que ele estava comendo as uvinhas do lanche do colega. Quase fiz uma festança só com uvas para o menino, contudo, quando vim da feira com a fruta: “Eu não gosto! Não coloca na minha lancheira, não!” reclamou.

Mais recentemente Rubão descobriu a batata salsa. ALELUIA!!!  “Abóbora e mandioca, mamãe, compra, por favor.” Aprendi a respeitar as escolhas e decisões dele.

Outro dia, fui ao shopping sozinha. Deu-me uma louca vontade de comer o mini-cake de brigadeiro. Fui à cafeteria, e pensei: “Oba!!! É só meu…” . Gente! No segundo pedaço, afff, já não suportava ver aquele cake. E a cada novo pedaço, questionava que quando eu divido com o Rubão,  por que sempre é tão saboroso.  “???”  Voltei no outro dia, só para dividir o mesmo sabor com o meu filhote, e como é muito bom dividir o mini-cake com ele!

 

Patrícia Finotti – jornalista, fotógrafa, bloguista: www.patriciafinottiopiniao.blogspot.com e mãe do Rubão