Pecados Maternais

Pecados Maternais

Por: Mariana Hippertt

Ser mãe é padecer no paraíso. Tenho que concordar com o dito popular: a maternidade de fato, nos proporciona sensações e momentos inesquecíveis. Mas, assim como no paraíso, também caímos em tentação e, como toda boa mortal, cometemos os nossos deslizes (ou não). A seguir, os Sete Pecados Maternais!

Gula: Este é um pecado delicioso e abusamos (e muito!) dele na gravidez, mas ainda podemos usar os hormônios e principalmente a amamentação como desculpa, afinal, precisamos nos alimentar e nada melhor que um chocolate ou um pudim para nos satisfazer. Que mãe nunca levantou de madrugada depois da mamada das 3 da manhã e comeu o Danoninho do filho mais velho, hein???????

Preguiça: Há! Este é um pecado difícil de cometer para as mães de primeira viagem, para as de segunda ou terceira então nem se fala, as que já viajaram para a maternidade mais que 4 vezes não se encaixam aqui, pois deveriam ser santificadas. Mas aqui vai uma dica: para quem quiser aproveitar o máximo possível deste pecado, use e abuse dos avós, tios e qualquer outra pessoa que babe pelo seu bebê, eles são ótimos para trocar fraldas, dar banho, segurar no colo… Enquanto isso durma e aproveite para pecar!

Inveja: Um pecado difícil de admitir, mas siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim!!!!, temos inveja do filho da prima da vizinha que dorme a noite inteira e nunca teve cólica, temos inveja das mães que possuem babás, sejam elas eletrônicas, cibernéticas, cósmicas ou as tão sonhadas de carne e osso. Temos inveja das Claudinhas Leite e Grazis Massaferas que saem da maternidade lindas, loiras, com cabelos e pele maravilhosas e, o pior, MAGRAS. Sim, invejamos muito isso, principalmente quando nos olhamos no espelho e percebemos que estamos mais para Gretchen, seja pelas olheiras ou pela bunda.

Avareza: Sinto informar, mas este pecado, meu bem, é quase impossível de cometer. Claro que as mais avarentas fizeram 5 chás de bebês e ainda há aquelas que aproveitam todo mês para “comemorar” o mêsversário do baby e, assim, ganhar quilos de coisinhas, mas mesmo assim não da pra escapar, qualquer coisa (qualquer coisa mesmo!!!) para os pequenos custa mais que 20,00….portanto, preparemos os bolsos!

Ira: Mais uma vez podemos culpar os hormônios e também as noites de sono mal dormidas, mas que mãe nunca teve vontade de torturar aquela vizinha que aparece berrando no portão da sua casa justamente na hora em que você havia acabado de por o bebê para dormir depois de 2 horas de cantigas e balanços e, claro, muito choro???!!!

Luxuria: Ha. Ha. Ha. Amiga, se você conseguir desfrutar deste pecado, sinta-se uma sortuda, pois a soma de cólicas + fraldas + mamadas + cansaço + olheiras + bunda da Gretchen definitivamente não é igual a camisolinha sensual e festa na cama….. aiaiai…..

Vaidade: Tente manter o esmalte nas unhas por mais de 3 dias depois de pilhas de roupinhas pra lavar e banhos para dar. Tente arrumar tempo para ir a um salão depilar, fazer uma limpeza de pele, uma massagem (ai que sonho…), tente manter seu cabelo lindo e sedoso, se é que é possível mantê-los na cabeça, pois nunca caiu tanto, e olha que eu ainda não os arranquei! Enfim… tente, amiga, tente…

Mães estão longe de serem santas, mas quem disse que não podemos ser bentas?

 

Mariana Hippertt – Mamãe de primeira viagem e blogueira também. Autora do blog “Umbigo ou dois”, onde conta um pouco das loucuras, neuroses e sensações que estão ocorrendo ao redor, ou melhor, dentro do meu umbigo, que agora na verdade são dois.