Guia para seu filho usar óculos

Guia para seu filho usar óculos

Por: Mariana Eva

 

Crianças com óculos. Não parece algo legal, é mais uma preocupação e responsabilidade pro seu filho que deveria apenas brincar e curtir a vida, porém aprendi na última semana que pode ser algo muito bom e necessário pra ele.

Aqui em casa percebi que meu filho de 7 anos precisava de óculos porque ficava muito perto da TV quando jogava video-game e não conseguia ler as legendas dos filmes que eu assistia. Comecei a perguntar se conseguia ver algumas letras de longe e achei melhor levar num especialista.

A primeira oftamologista que levei, saí correndo. Ela nem examinou meu filho e já queria dilatar a pupila, achei ela meio agressiva. Queria que ela observasse um pouco mais a criança, fizesse umas perguntas, antes de fazer a dilatação.

Na segunda oftamologista que fui já foi outra coisa. Ela pediu pro meu filho ler umas letras de longe com um olho de cada vez, tampando o outro. Ela disse que realmente precisaria de óculos e que teria que dilatar pra ter uma melhor resposta dele sobre o grau a usar. Essa oftamologista foi bem mais atenciosa e cuidadosa com ele e comigo. Me falou que tendo pessoas na família que usam óculos é bem provável que meus filhos também precisem, no caso eu e meu marido usamos então é apenas uma questão de quando ele iria precisar. Não achei que seria tão cedo mas realmente ele estava precisando.

A médica me respondeu algumas perguntas que podem ajudar a tirar suas dúvidas, então lá vai:

P: Se a criança for muito nova pode causar dependência do óculos? 

R_ Não tem nada a ver a idade que se coloca o óculos. A visão não melhora ou piora com o uso dos óculos, apenas faz com que seu filho veja melhor.

P: Não seria melhor postergar o início do uso? Afinal depois que põe nunca mais tira (só usando lentes ou fazendo cirurgia de adulto).

R_ Não, se ele tivesse apenas meio grau não teria necessidade. Mas no caso do seu filho seria ruim privá-lo de ver um mundo mais bonito. Os óculos vão ajudá-lo na escola pra copiar o quadro negro e ele vai ficar mais interessado em tudo no geral, vai prestar mais atenção nas placas da rua e nas coisas à sua volta. 

P: Ele vai ter que usar o dia todo?

R_ Sim, mas ele vai querer usar o dia todo porque vai ver tudo mais bonito. (Meu filho tem miopia então em seu caso é recomendável o uso contínuo)

P: Preciso fazer alguma lente especial? Fotocromática ou anti-reflexo?

R_O ideal é fazer uma lente simples porque o grau pode mudar em pouco tempo nessa idade. Pode fazer anti-reflexo se desejar mas não tem necessidade.

Agora o desafio era como ele escolheria uma armação. Ele não sabe muito escolher uma peça de roupa ou tênis, nunca ligou pra esse tipo de coisas e por isso achei que ele não tinha ainda um estilo próprio definido. 

 

Combinei com ele que iríamos em duas lojas de óculos diferentes. Pra ele não querer levar logo algum modelo da primeira loja teríamos que passar, antes de decidir, na segunda loja. 

 

Acabei juntando algumas dicas pras mães que precisam, assim como eu, sair em busca de uma armação de óculos.

– Deixe-o escolher, ele tem essa capacidade e vai tornar tudo bem mais divertido. Afinal é ele que vai usar os óculos e não você.

– Separe algumas armações, antes dele provar, que sejam leves e do tamanho adequado. Se a armação for pesada, provavelmente seu filho não vai gostar mas vai que… melhor deixar essas de lado.

– Verifique e pergunte pra ele se não está apertando atrás da orelha. 

– Confira se tem hastes flexíveis, elas são importantes pros óculos não quebrarem facilmente.

– Preste atenção na carinha do seu filho ao provar os óculos. Ele certamente vai sorrir espontaneamente com alguns e ficar sério com outros. Nem preciso dizer quais separar, né? 🙂 

– Faça dois montes, um dos óculos que ele não gostou e outro dos que achou legal.

– Depois pegue a pilha dos óculos legais e separe os três preferidos. Depois retire o que menos gostou dos três e agora ele só tem dois óculos para escolher. Fica bem mais fácil! 

– Tire foto dos óculos da última escolha na cara dele.

– Após a escolha faça todo o processo novamente na segunda loja e também tire foto para comparar com o da primeira loja. 

Daí vocês terão dois óculos, um de cada loja. Nesse momento você pode usar sua influência após averiguar os preços e formas de pagamento decidindo por um ou por outro. Se não faz diferença deixe ele decidir sozinho qual dos dois ele prefere, mostre as fotos para ajudá-lo a lembrar de ambos os óculos.

Eu fiz todo o processo mas na hora em que meu filho provou os óculos escolhidos o rosto dele brilhou. Escolheu a armação como em um passe de mágica, foi aquela e não queria outra. Foi um prazer vê-lo escolhendo algo com tanta certeza!

Meu filho se adaptou aos óculos imediatamente, no segundo em que os vestiu. Então que assim seja, vamos florear e colorir ainda mais este mundo!!!

Se tiverem mais perguntas e dicas podem mandar que completamos o post. 🙂

 

Mariana Eva é cantora, compositora, apresentadora de TV, atriz, blogueira, mãe e geek.

Já lançou 3 CDs, foi atriz da MTV com o pseudônimo Madame Mim e lançou o seu blog sobre gadgets e tecnologia pra crianças em 2011.