Festa julina – faça você mesma!

Festa julina – faça você mesma!

Por Laiz

Das coisas que passei a fazer pós maternidade uma delas não me orgulho. Atrasar. Atrasei pra chegar no aniversário do Nino, atrasei com os sucos do aniversário do Nino e por fim trago o post atrasado. Das coisas que me orgulho é de aprender a improvisar, criar e brincar junto com o Nino, tudo isso me permitindo dessa vez arriscar e fazer uma festinha inteirinha sozinha.

Epa epa epa, o Edu esteve presente do início ao fim, cortou todas as bandeirinhas da festa (levou um mês pra fazer isso, mas fez!) e as avós deram uma pitadinha na festa.

Foi uma festa pra poucas pessoas, amigos da escola do Nino, amigos mais próximos, professoras e família, tudo feito por nós, sem luxo, muito amor, vários detalhes e uma mãe desgrenhada que chegou correndo na festa descabelada, atrasada , mas muito mas muito feliz!

Foi cansativo? Foi muito!

Trabalhei que nem uma louca? muito. Mas ter o Antônio participando da confecção da festa dele, o Edu ajudando e criando e a galera toda elogiando o trabalho depois, não tem preço.

Tema da festa

Arraial do Antônio – festa julina com forró, caipiras e um friozinho pra fazer a fogueira, mentira, Curitiba resolver sorrir e fez um sol lindooooo o dia todinho, o que foi perfeito , as crianças brincaram muito na grama, na areia, no parquinho. Uma delícia.

Como tudo começou?

Olhei vários sites de decoração pra festinhas, vários blogs das amigas, várias dicas em revistas, juntei tudo e coloquei o toque da nossa família, que ficasse a nossa cara.

Escolhemos tecidos amarelo e marrom, cores que eu queria pra festa. O Edu fotografou todos eles e fizemos tudinho em cima dos tecidos e dos bonequinhos da capa do cd Viva São João do Gilberto Gil (adoro!)

 Iria fazer tudinho mesmo, teria pinhão e milho, mas as avós quiseram ajudar , uma delas encomendou salgados, nada frito, isso eu fazia questão.Também cuidaram de alugar dois serviços que a criançada adorou. As pipocas (procurei o carrinho vermelho fofo e encontrei em um fornecedor) e a torre de chocolate (com muitas frutas e marshmalow) , e dessa vez não tive mesmo como segurar, o Nino comeu chocolate do início ao fim  eu piscava e lá estava ele com um bolinho na mão. Liberei geral, fingi que não vi e voltei com as frutinhas no dia seguinte.

Os doces

Fiz uma mesa de doces típicos juninos, paçoca, doce de leite, pé de moça, amendoim (doce e salgado), pé de moleque, arroz doce, doce de amendoim, doce de abóbora e coloquei quase todos eles dentro do chapéu de caipira

Fiz três tipos de cupcakes, Cupcake de paçoca com cobertura de ganache com paçoca, de gotas de chocolate com cobertura de ganache com raspas de chocolate, cupcake de milho com cobertura de pasta americana, fiz até fogueirinha, tipo brincando de massinha.

Fiz um brigadeiro de gengibre (o pessoal adorou ueba!!!) e coloquei confeitos amarelo e o brigadeiro normal minha mãe que enrolou tudinho. Ajuda super bem vinda da avó, porque eu já estava muitoooo cansada!!!

Fiz o bolo caixa”, procurei caixas que combinassem com as cores dos tecidos escolhidos. Dentro da ultima caixa coloquei bolo de fubá enrolado em papel e tecido com uma canela.

As bebidas

Não queria refrigerante. Não teve. Confesso que teria ajudado no início da festa quando atrasei com os sucos, mas, logo chegou e tudo foi resolvido.  Decorei as garrafas de água. Aluguei galões para fazer bastante suco. Teve suco de uva orgânico integral, suco de maracujá, teve chá e para os adultos (preferência total) quentão.

As lembranças

Fiz duas lembrancinhas, uma para as crianças outra para os adultos, as das crianças foram marmitinhas juninas, com doces e salgado típicos. As dos adultos foram temperinhos variados (que foram também a decoração das mesas), tinha manjericão, manjerona, alecrim, salsinha, pimenta e hortelã , com uma tag explicando aos pais como plantar com seus filhos. Os temperos garantiram um cheirinho de horta pela festa! Adoro!

 

Laiz, uma mãe que fez teatro, publicidade, estudou cinema , fotografia e não consegue se imaginar sem acesso à cultura, passeios gostosos e novidades para a fase mais deliciosa da sua vida, que é essa que está vivendo com o  seu filho. Criou o blog Dias de Mamis pra aprender e ensinar um pouquinho outras mães que vivem a mesma fase.

Post originalmente publicado aqui.