Simples assim!

Simples assim!

Por: Marcella

Quando a palavra “positivo” surge na sua vida, temos a sensação que Moises aparece na nossa frente e abre o Mar Vermelho das nossas vidas: uma nova vida, uma nova fase, um novo estado de espírito, um novo olhar mudarão o nosso jeito de viver. Aquilo que era necessário se torna supérfluo e aquilo que era detalhe se torna indispensável! Nossa vida muda radicalmente, não há como negar ou amenizar isso!

O meu “positivo” veio através de um teste daqueles de farmácia, onde uma tira cor de rosa indica negativo para gravidez e duas tiras indicam positivo. Nunca odiei tanto ver a cor rosa na minha frente! Naquele momento eu queria jogar o copinho descartável cheio de xixi ralo abaixo, aquele teste no lixo e dormir, para quando acordasse pensasse que não se passava de um pesadelo daqueles bem insanos e sem sentido.

Hoje me pergunto como consegui viver vinte e um anos sem o amor incondicional que sinto pela minha filha; Hoje me questiono como consegui questionar Deus pelo presente que Ele havia me dado; Hoje me questiono como pude fazer uma filha tão linda e perfeita cometendo tantos erros e não realizando nenhum exame antes da gestação nem durante os primeiros meses.

O mais interessante quando falamos de “maternidade”, é que não existe essa história de que idade faz a diferença, não tem essa história de que você ter trinta anos te torna uma mãe melhor do que a mamãe de vinte … infelizmente, ou felizmente, a maternidade é aprendida da prática, no dia a dia! Os livros auxiliam, os programas ajudam e os pitacos irritam, mas o melhor para o SEU filho é só VOCÊ quem sabe! Isso é o que chamam de instinto materno; você não aprendeu, não endente e nem sabe explicar muito menos desenhar, você apenas sente e sabe que é aquilo que deve ser feito.

Se formos parar e analisar, a maternidade é simples … são os outro que a complicam!, a transformam num bicho de milhares de cabeças, pernas, braços e uma barriga gigante! Ser mãe é um misto de Godzilla com Mulher Maravilha … quem sabe seríamos Mulher Godzilla!

O dia da mamães está chegando e confesso que a parte de ganhar presente muito me agrada … embora enquanto eu fosse apenas filha eu também adorava preparar o café, comprar o presente e fazer uma cartinha! Mas taí algo que a maternidade me mudou … o simples fato de ouvir minha filha me chamando de mamãe não tem preço! É fantástico saber que tenho uma herança.

O SER MÃE é tão maior, tão supremo, tão maravilhoso que não é clichê dizer que todos os dias são dias das mães para mim!

Ser mãe é “viver e não ter a vergonha de ser feliz”!

Ser mãe é saber que “daqui até a eternidade nosso destinos foram traçados na maternidade”!

Ser mãe é ter certeza de que “você é assim um sonho pra mim”!

Ser mãe é gritar para o mundo que “como é grande o meu amor por você”.

 

Sou Marcella Stelle, curitibana, vinte e quatro anos; casada há um e mamãe há três! Escrevo no blog Mon Maternité [monmaternite.com] onde “compartilho, aprendo e ensino a benção da maternidade”!