aniversário feito em casa

aniversário feito em casa

Daí que faltam uns 40 dias pro aniversário de 3 anos do filhote.

Aquela coisa: quando o aniversário da prole se aproxima, a pessoa fica com três (*) opções :

1. se joga no isopor com vontade, se entrega aos temáticos com paixão e manda convitinho dos backyardigans, sem medo de ser feliz;

2. se faz de louca e esquece o aniversário do próprio filho.

3.  pede ajuda às amigas, se empenha, se esforça, enrola brigadeiro, trabalha igual formiga e faz uma daquelas festas clean chic de mãe de revista.

Como não sou pessoa temática (sou mono) e nem transtornada (só um tiquim), acabei me afeiçoando à opção 3, que é audaciosa, mas também é puro glamour.

O único probleminha, cumadis, é que esse tipo de festa fina é geralmente executada por gente de talento – o que claramente não é o meu caso.

De modo que é favor esticar a canga cá nesta pracinha virtual, e assuntar aqui comigo um plano de ação?

Será que é possível que uma pessoa sem apego ao talento, sem parentes importantes e sem a verba de Suri Cruise consiga projetar um aniversário de revista?

Não fica aí tão séria, senta aqui!

***

Bom, pra começar: eu não sei bem o que quero. Hihihi.

Mas tenho certeza absoluta de um item que se fará imprescindível: VIDRO, VIDRO, MUITO VIDRO.

Porque vidro é lindo, vidro é reutilizável, vidro faz blim-blim!

Daí ontem eu passei lá na Ikea e voltei com um bocado desses blim-blins nas mãos:

oi, eu sou apenas um vidro vazio

 

Comprei uns 25. No total paguei  35 reais. Considerando que posso reutilizá-los para geléias, conservas, molhos e botões (?), acho que valeu à pena.

Mas pra que esses vidros? Como pra que, minha gente?!

Pra acomodar sorvetim, por exemplo?

sou vidro, sou sorvete, sou glamour.

Não sei se o bichinho não derreteria, que aqui faz calor, viu?  Também não sei se vou conseguir um vaso desta idade e tamanho, mas dá sempre pra improvisar. Desde que o improviso não inclua o famoso “põe gelo dentro da banheira do nenê! usa a banheira, usa a banheira!”

Pelamor, hein? Num me detona o glamour dos meus vidros blim-blins!

Que mais.

Também voltei com vidrinhos menores, esses sim foram A barganha. Também da Ikea:

Marido já perguntou três vezes o que eu planejo fazer com tanto vidro. Ele fez aquela cara “só comprou porque tava baratinho, né fia?”

Pode desdenhar meus vidros à vontade, meu amor. Quero só ver a cara a sua cara quando meus blim-blins baratinhos se converterem nisto aqui…

apple pie

Ou nisto:

vidro blim-blim com iogurte, granola e fineza

 

Ou… eu posso usar os blim-blins pra colocar brigadeiro e dá-los como lembrancinha, como fez a talentosa Juliana, no aniversário do Tomas:

brigadeiro in vitro....tá?

***

Passadas as alucinações, vamos ao que eu já tenho, até agora:

– Vidros;

– O aniversariante.

***

O que eu gostaria de saber de vocês:

– Vidro é ou não é o pão mais crocante da padaria? Mais alguma idéia de como ahazar nos blim-blins?

– O bolo, vou comprar. Marido vai fazer cupcakes e o sorvetinho (menino d’ouro!). O resto fica comigo, incluindo sandubinhas,sucos, frutas, bi bi bi. Ah! Os sucos serão servidos em copos plásticos reutilizáveis.

Exatamente como esses daqui:

6 por 1,99 - coisas que só a Ikea faz por você

– Sobre alergias: Pensei em perguntar se alguma criança é alérgica e, em caso positivo, providenciar um brownie pequeno sem leite, sem ovos e nem manteiga, lembram dele? Meu filho não tem alergia nenhuma, mas acho uma sacanagem que a criança alérgica não possa comer um bolinho??

– Sobre o Parabéns: Tenho notado que, hoje em dia, as crianças não sentam mais pra cantar parabéns. Fica todo mundo em pé e depois todos se picam, como se não houvesse amanhã. Isso confere? Posso fazer um aniversário old school, onde todo mundo senta pra cantar parabéns (e ali permanece por uns 3 minutos – estátua!).

– Sobre a palhaçada: Marido vai se vestir de palhaço na hora do parabéns. Esta imposição eu fiz antes de casar, é direito adquirido! No Natal do ano passado ele se vestiu de papai noel, olha que tetéia. Chama-se pacto ante-nupcial.

Eu não quero que esse aniversário seja mais pra adulto que criança. E sou meio metódica com festa, do tipo “agora é hora de procurar presentes”, “agora é o parabéns” , “agora façam massagem no meu pé”.

Pitacos? Receitas? Sugestões?

No próximo post da série “aniversário de revista feito em casa” eu vou contar pra vocês sobre as brincadeiras, brinquedos e caça ao tesouro que a mama aqui está assuntando!

ps: Como vocês já perceberam, este site é feito por mães corajosas e sem ajuda de parentes, departamentos, agências ou staff. Portanto, idéias simples e sem frescura são muuuuuito bem-vindas! Merci!

(*) Outra opção excelente é contratar nossas empreendedoras lindas e garantir um servicim de primeira – com elas o resultado é garantido mesmo. Aqui não garanto nada, só um bocado de vidro e um marido vestido de palhaço.

 

Fotos daqui.

 



Se você gostou desse post, não deixe de ler:

Enxoval - o que realmente é necessário comprar antes do bebê chegar? by Flavia on November 18th, 2013

Irmãos dividindo o quarto: sim ou não? by Roberta on August 12th, 2013

Alternativas para um belo enxoval sem passagem área e desperdícios by Flavia on April 19th, 2012